bg_michel-ondas-about-2

Michel é Poeta, Compositor, Músico, Dj, Produtor, Artivista Cultural e Humanista.

Iniciou os estudos musicais na U.L.M (Universidade Livre de Música), em São Paulo, em 1991 onde cursou Violão Popular. É nesse período que começa a criar suas primeiras composições e poemas.

Em 1994 ingressa na FAAP, onde cursa Comunicação Social, até 1998. Nessa época sua produção poética começa a se intensificar e amadurecer, letras como “Um” e “Cientistas do Caos”, presentes no SOLARSOUL são deste período.De meados dos anos 90 até a ingresso no novo milênio, uma parcela da humanidade consegue catalisar e liberar uma onda cultural alternativa libertaria humanista progressista e evolutiva, que parece trazer a tona todo potencial da consciência humana desenvolvida até então.

Esse período é marcado pelo advento das Raves e das Festas Alternativas no Brasil. Michel acompanhou e participou ativamente do nascimento da cena no Brasil desde o início, onde sempre publicava poesias manuscritas de sua autoria, mesclado a textos expansores de consciência humana de outros autores. O Poeta era praticamente uma maquina de colar e espalhar mensagens pelas festas, atitude que lhe rendeu um certo reconhecimento e respeito dentro da cena. Ao final do evento ia retirando os poemas expostos um a um, e presenteando pessoas do público com eles. Como Poeta usava o heterônimo de InSPirado.Em 1997 as primeiras discotecagens informais na Bahia.

Com o passar do tempo, no final dos 90, o Poeta sente a necessidade de discotecar para compartir sua pesquisa musical diferenciada, ampliando assim os horizontes sonoros da cena musical alternativa brasileira. Esse processo foi amadurecendo e na virada do milênio começou a tomar mais forma e consistência. Em 2001 começavam as primeiras discotecagens profissionais. Nascia então o DJ Alquimix. Michel atravessaria a década tendo como esta sua principal fonte de profissão.

Junto com o DJ, e com a experiência de ter trabalhado profissionalmente como produtor cultural, Michel também adotou a responsabilidade de ser uma espécie de tutor e mantenedor da cena Chill Out no Brasil, cena esta que fundou com alguns bons amigos. Além de desenvolver um trabalho estético Musical que possibilitou a abertura de diversos caminhos para esta cena (foi o primeiro a tocar musica brasileira, e desde os primórdios seu som sempre teve uma forte referencia de Groove que transitava livre por diversos estilos) trabalhou muito tempo como Organizador montando programações e line-ups musicais e como Stage Maneger de palco durante os eventos, colaborando em muito para dar suporte a diversos artistas e a cena Chill Out em si. Também foi responsável por produzir eventos culturais artísticos nos mais diversos formatos.

Durante a década deste novo milênio, Michel seguiu amadurecendo, desenvolvendo e ampliando o repertório e a estética de sua Poesia e sua Discotecagem. Como Poeta seu discurso passou pelos temas mais variados e formatos também. Haicais, palíndromos, frases de efeito, neologismos, trocadilhos, poesia concreta e visual, poesia sintética ou mais discursiva. Na discotecagem se especializou em ser um Groove DJ de estilo livre, tendo um repertório para sonorizar as mais diversas situações, de lugares naturais tranquilos as pistas de dança mais frenéticas e elétricas do Planeta.

Acumulou, tanto como Poeta como com o DJ, apresentações por todo o Brasil e em algumas das principais cidades da Europa. Em 2006 morou em Barcelona, onde foi residente de clubes da cidade, onde realizou com artistas visuais de vários cantos do planeta exposições de Arte Visual onde participou como Poeta, e ainda discotecou em importantes eventos Culturais do calendário da cidade. Em 2008 realizou uma tour como DJ na Europa representando o coletivo FUNK the SYSTEM, do qual foi fundador e membro, passando por países lugares como, Portugal, Ibiza, Espanha, França, Alemanha, Polonia, Rep. Checa, Belgica, e Holanda.

Em 2011 após a passagem de seu Pai, Michel decide tirar um ano Sabático para reavaliar e redirecionar sua trajetória de vida. Vai então morar em Londres onde fica de 25 julho de 2011 ate 25 julho de 2012.

Em Londres, Michel começa a viver uma fase de inspiração singular e única, onde letras começam a aparecer em inglês e português, algumas como letra apenas e outras em forma já de canção. Todas tendo em comum um aspecto ligado a Evolução da Consciência Humana. Michel volta a praticar violão e na sequencia guitarra e passa a se dedicar também ao canto. Com a consciência do material e tema especifico que tem em mãos, o Artista faz um resgate de sua obra poética e trás a tona outros Poemas do passado para completarem a Epopéia Solar que ela já sente ter em mãos. Ainda em Londres fecha o repertório do disco e em 2012 volta a São Paulo para começar a formatar o Álbum.

As guias de gravação começam a ser feitas na Primavera de 2013 até o outono de 2013. Nessa material as características das Músicas (Ritmos, Bpms, Linhas mestras harmônicas e melódicas, idéias de arranjos fundamentais) já aparecem bem definidas.

No inverno, 19 de agosto de 2013, um dia após seu aniversario, inicia-se a gravação do SOLARSOUL. No final da primavera de 2013 o disco é Mixado, com o artista acompanhando de perto e participando de todo processo. No final do Verão de 2014 o álbum é Masterizado. E no final do outono 2014 a Arte gráfica fica pronta.

Na primavera de 2014 os primeiros exemplares do VINIL e do CD chegam em sua mão, e o artista se prepara para montar o espetáculo Áudio Visual que vai apresentar o disco ao público.